Jalapão: o que é, onde é e, o que visitar

O Jalapão é uma maravilha. Uma das várias maravilhas sobre a terra chamada Brasil. Lá você poderá aproveitar de cachoeiras, dunas, fervedouros e muito, muito natureza e vida selvagem.

Anúncios

Portanto, para descobrir um pouco mais sobre essa lugar incrível, continue essa leitura até o final.


O que é e onde fica o Jalapão

Placa vermelha ao lado de estrada de terra e vegetação nativa dizendo 'Bem Vindo ao Parque Estadual do Jalapão".
Foto Alvaro Vallim/Governo do Tocantins

Em primeiro lugar, é necessário tratar do que é o Jalapão e sobre onde ele fica localizado para então, falar como chegar lá, suas maravilhas e as opções de atividades que você vai encontrar ao visitar o lugar.

Anúncios

Portanto, começando do início, Jalapão é um parque estadual, uma unidade de conservação brasileira de proteção integral à natureza localizada na região leste do estado do Tocantins, precisamente no município de Mateiros e São Félix do Tocantins entre outros.

A região é conhecida por suas paisagens naturais incríveis, como dunas de areia alaranjadas, cachoeiras, rios, fervedouros (nascentes de água cristalina) e chapadas.

Além disso, o Jalapão é considerado uma das regiões mais preservadas do cerrado brasileiro e abrange uma área de aproximadamente 34 mil km quadrados de extensão.

No entanto, chegar até o parque é mais complicado, uma vez que o acesso até lá é mais limitado. Com estradas de terra intransponíveis durante os períodos de chuva, é necessário um carro 4×4 ou contratar um guia turístico para explorar a região com segurança.

É por Mateiros o ponto de partida comum para as excursões no Jalapão. Contudo, a região é habitada por outras comunidades, algumas de quilombolas e de povos originários da região, que mantém suas tradições e sua cultura ainda em atividade.

O Jalapão é um destino popular para quem gosta de atividades ao ar livre, como trilhas, acampamentos, canoagem, rapel e escalada. A economia local é baseada no turismo, mas também há atividade agropecuária e extrativista na região.


O Jalapão fica próximo de qual cidade?

Duna dourada massiva a frente de paisagem natural, com rios, florestas, ao longe cordilheiras de montanhas e céu azul no Jalapão
Foto Shutterstock
Anúncios

Ainda no assunto de comunidades próximas ao Jalapão, você encontrará várias cidades, além daquelas já comentadas, como Mateiros e São Félix do Tocantins.

Entretanto, quando se trata de cidades grandes de impacto nacional, as distâncias entre o parque, ou sua cidade base, são diferenciadas.

Palmas, a capital do Tocantins, fica a cerca de 300 km de Mateiros. Enquanto isso, a capital do país, Brasília, está a aproximadamente 660 km de lá. Por exemplo. Isso mostra quão isolada e protegida é a reserva do Jalapão.


Como chegar até o Jalapão

Reprodução Blog Venturas

Essa noção de distância é um fator importante para você que quer visitar a região, suas cidades, cultura e o parque estadual do Jalapão.

Anúncios

Portanto, essa tópica tratará da forma de deslocamento de um ponto até a região do Jalapão. Esses pontos, no entanto, são algumas das cidades mais importantes do país para a região do parque.

  • São Paulo
  • Rio de Janeiro
  • Brasília
  • Palmas

Há outras cidades importantes que podem ser listadas aqui, no entanto, esse é apenas um  recorte momentâneo – inclusive, algumas rotas não são diretas, portanto, leve isso em consideração.

Além disso, lembre-se que as estradas do Jalapão são em grande parte de terra e podem ser difíceis de transitar em certas épocas do ano, especialmente durante o período de chuvas. Portanto, tome cuidado.


São Paulo para Jalapão

Partindo de São Paulo você poderá chegar até Mateiros, as portas de entrada do Jalapão, seguindo por avião e por carro.

Os voos de São Paulo até Palmas são rápidos, cerca de 2 horas de duração. A capital do Tocantins fica a cerca de 300 km do parque do Jalapão e para fazer o translado entre os dois pontos você tem opções de carros de aluguel, agências de turismo e ônibus.

Entretanto, chegar de carro até lá é mais difícil. A capital paulista fica a aproximadamente 1.700 km do parque. O caminho mais rápido é seguir pela BR-153 até Brasília e, então, pegar a BR-010 até Palmas e, de lá, seguir para Mateiros.


Rio de Janeiro para Jalapão

Do Rio de Janeiro, seguindo por avião, você levará cerca de 3 horas até a capital de Tocantins, Palmas. De lá, assim como na rota anterior, você poderá entrar em contato com um agência de turismo, contratar um carro de aluguel ou usar o serviço de transporte público.

Quando indo de carro, você enfrentará 2.2 mil km até o Jalapão. Portanto, é importante seguir o caminho mais rápido, que é pela BR-040 até Brasília, para então, depois, seguir pela BR-0190 até chegar em Palmas. Para de lá, seguir para Mateiros.


Brasília para Jalapão

Se você está em Brasília, seguir para Palmas de avião é bem mais rápido. Você deve levar cerca de 1h a 1h30. Chegando lá, como nos demais tópicos, você terá um trajeto de cerca de 4 horas, para percorrer de carro alugado, transfer ou através do transporte público.

Indo de carro, você vai encontrar algo em torno de 800 km pela frente até o Jalapão. O caminho mais rápido a seguir – como pode ser previsível após ler os demais tópicos – é seguir pela BR-010, até Palmas.


Palmas para Jalapão

Indo de Palmas para Jalapão sua opção é o transporte terrestre. Como você já viu, seguir da capital Tocantinense é lento, com 4h30 de duração e cerca de 300 km de distância. Para isso, você vai ter opções entre o carro de aluguel, agência de turismo e transporte público.

Sua opção de transporte público é limitada por horários e é recomendado que você verifique-os com antecedência para não ficar na mão.


O que fazer no Jalapão?

Agora que você chegou ao Jalapão e passou por todo o processo anterior é hora de aproveitar. Essas são algumas dicas de atividades e passeios que você pode fazer ao visitar o parque estadual.

  • Cachoeiras
  • Dunas
  • Fervedouros

No entanto, é importante que você perceba que isso é um recorte temporal. Essas atrações podem estar funcionais ou não durante a sua visita a depender do clima ou época do ano, por isso, fique atento a possíveis calendários ou informativos.


Cachoeiras

Cachoeiras com diversas quedas d'água cercadas por natureza virgem no parque estadual do Jalapão
Reprodução Folha do Jalapão

O Jalapão é conhecido por sua diversidade de atrações naturais, e uma das mais incríveis delas são as cachoeiras. Que, no entanto, podem variar de tamanho e de formatos, porém são absolutamente lindas.

Alguns exemplos dessas cachoeiras que você encontrará no parque estadual do Jalapão é a Cachoeira da Velha, a maior queda d’água da região, com cem metros de largura e 15 de altura, com suas duas paralelas.

Outro exemplo é a cachoeira das Araras, ótima para banho, com uma piscina rasa e acessível e duas quedas d’água. Ela é cercada pela vegetação o que dá uma aspecto ainda mais bonita e agradável ao local

Além disso, uma das cachoeiras mais famosas e bonitas é a da Formiga, com suas águas cristalinas que ficam esverdeadas devido a vegetação que a cerca. Ela é bem pequena, mas é perfeita para nadar em sua piscina e brincar em sua queda.


Dunas

Foto Jalapão Washington Luiz/Divulgação

O parque estadual do Jalapão é um lugar impressionante que reúne muitos tipos de atrações naturais em um mesmo lugar. E a mais famosa dessas atrações são as Dunas do Jalapão.

Com suas dunas de areia alaranjadas que lembram um deserto e um cenário idílico, o lugar também é conhecido como Deserto do Jalapão e já foi usado como cenário para vários filmes e produções audiovisuais.

Além disso, ao visitar as dunas, é importante respeitar as regras do parque estadual. É muito comum ter fiscais no alto das dunas para verificar a atitude dos turistas que, por exemplo, às vezes, se jogam pelo paredão da duna onde não é permitido.


Fervedouros

Um fervedouro de água cristalina e aspecto azulado com algumas pessoas dentro certados por floresta no parque estadual do Jalapão.
Reprodução Fly Maniacs

Fervedouros são nascentes de água cristalina que criam um efeito visual de bolhas de ar no fundo, dando a sensação de que o banhista está flutuando – e de fato, não é possível afundar em um deles.

Portanto, quando se trata dos fervedouros do Jalapão você se depara com exemplares incríveis, principalmente pela vegetação que os cerca e possibilidade de se mergulhar neles.

Alguns dos fervedouros mais famosos e bonitos do parque estadual são: fervedouro do Buriti, do Buritizinho, do Soninho, do Ceiça e, por fim, o fervedouro da Bela Vista.


Conclusão

Em resumo, visitar o parque estadual do Jalapão é uma opção de viagem perfeita para você que quer ter contato com a natureza e, vontade de ver cenários bonitos que só a imaginação pode criar.