Tudo o que você deve saber antes de alugar um carro para viajar

Alugar um carro para viajar é uma excelente ideia para quem não possui veículo próprio, ou está em busca de economia.

Anúncios

Mas, para que isso realmente aconteça, é importante tomar a decisão com cautela, eliminando possíveis “perrengues”.

No material de hoje veremos algumas dicas e informações acerca deste tipo de aluguel, a fim de te ajudar a tomar a melhor decisão.

Portanto, se você precisa desse apoio, venha conosco, pois ao final certamente poderá tomar uma decisão certeira!

Anúncios

Vale a pena alugar um carro para viajar?

Os custos para viajar certamente são responsáveis por boa parte da preocupação dos organizadores do passeio.

E, quando se fala de transporte, essa preocupação cresce ainda mais, tendo em vista que os preços de passagens não são tão convidativos, na maior parte das vezes.

Nesse caso, viajar de carro pode ser uma excelente opção, visto que, além de reduzir custos, ainda oferece maior comodidade e liberdade.

No entanto, optar por viajar com um veículo próprio nem sempre é possível, seja por não possuir um, ou em virtude dos custos, já que uma viagem segura exige manutenção e planejamento.

Por esse motivo, alugar um carro para viajar parece ser a solução de todos os problemas, visto que os únicos custos envolvem as diárias, seguro e combustível.

Mas, embora possa ser mais barato e cômodo, é importante tomar essa decisão com cautela, visto que um aluguel requer responsabilidade.

Mais a frente falaremos sobre isso, mas, o que precisamos saber neste momento é que: sim, alugar um veículo para viajar pode valer a pena, quando feito da forma correta.

+Pode te interessar: O que fazer em 3 Paraty em 3 dias? Roteiro completo.

Dicas para garantir as vantagens dessa opção 

Conforme conversamos anteriormente, optar por alugar um carro para viajar pode ser uma excelente ideia para quem busca tranquilidade e economia.

Mas, isso acontece apenas quando a decisão é tomada com ponderação, tendo em vista que, o aluguel é repleto de regras e quando estas não são cumpridas, as multas previstas podem ser bem altas.

Um exemplo clássico é quanto à quilometragem, por exemplo. Alguns contratos permitem apenas determinada distância, de modo que, se não for planejado, você terá que pagar multa por extrapolar o limite.

A seguir veremos algumas dicas para evitar essas e outras questões, e assim obter a máxima vantagem do aluguel!

1. Verifique as regras do contrato da locadora 

Comecemos falando sobre o ponto mais importante, que são as regras do contrato da locadora.

A maior parte das pessoas que levam prejuízo ao alugar um carro, na verdade passam por isso por não terem verificado as regras.

O simples fato de você viajar com o carro para uma região praiana e devolvê-lo cheio de areia pode ser o suficiente para pagar uma taxa extra de limpeza.

Este caso ainda é simples e previsível, mas, temos diversas outras questões que podem trazer consequência sem termos a menor ideia, como:

  • Quilometragem: ultrapassar a quilometragem prevista em contrato pode gerar multas importantes;
  • Localização: alguns contratos são para determinada cidade, de modo que, ao sair da cidade com ele, você estará infringindo o contrato.
  • Combustível: certas locadoras incluem cláusulas acerca do gasto de combustível. 
  • Manutenções: viagens longas podem causar desgastes no veículo. A verificação de necessidade de manutenção na entrega pode trazer custos adicionais.

Então, fique de olho nas possibilidades do contrato, a fim de não lidar com prejuízos e gastos extras.

2. Fique de olho no modelo do carro para viajar

Para cada tipo de viagem existe um determinado modelo de carro.  Por exemplo, você não vai para uma região montanhosa com um Up.

Viajar com um carro inadequado pode te deixar na mão, ou até mesmo prejudicar o veículo.

Além disso, algumas locadoras especificam modelos liberados para viagem.

Portanto, antes de alugar um carro para viajar, tenha em mente se o modelo pretendido é adequado para o projeto.

3. Confirme se o destino possui assistência para o modelo, caso seja necessário

Viajar com um Porsche para aquela bela cidade pacata no interior pode parecer um sonho.

Mas, devemos lembrar que todo carro pode necessitar de manutenção inesperada.

Então, viajar com um modelo para uma região que não possui assistência a ele não é uma boa ideia.

Embora a manutenção seja responsabilidade da locadora (na maioria dos casos), se você estiver longe da unidade, terá que resolver o problema.

Neste caso, é melhor ter um local seguro e adequado para levar o veículo, então, considere esse ponto ao escolher.

4. Cuidado com destinos que possam prejudicar o carro 

Nós já falamos sobre alugar um carro para ir à praia, por exemplo, e vimos que não é uma boa ideia.

Isso porque, uma simples ida a praia é suficiente para:

  • Deixar o carro cheio de areia;
  • Estragar o porta-malas com itens grandes, como cadeiras, guarda-sol e por aí vai;
  • Estragar a pintura do carro em virtude da maresia.

Nesse caso, o melhor a fazer talvez seja alugar um carro para viajar até a cidade da praia, mas, optar por ir a pé até a praia em si.

Mas, não é apenas a praia, visto que regiões com muito barro, pedregulhos na estrada ou até mesmo com ruas apertadas podem ser inadequadas para se viajar com carro alugado.

Então, faça essa avaliação, uma vez que devolver o carro “detonado” à locadora pode gerar multas altas.

Onde alugar um carro para viajar? Conheça opções!

Alugar um carro para viajar é muito simples, visto que muitas companhias de viagem contam com esse serviço em seus catálogos.

No entanto, embora seja mais simples, essa pode não ser a alternativa mais barata, visto que costuma envolver a contratação de pacotes.

Por isso, uma boa ideia é buscar por locadoras de veículos tradicionais, como: Localiza, Movida, Unidas, KAYAK e tantas outras.

Conforme vimos, é importante verificar detalhadamente as regras do contrato, a fim de conseguir a melhor proposta, que te ofereça mais vantagens nesse tipo de projeto.

Então, sabendo escolher a empresa certa e seguindo as dicas que demos anteriormente, certamente será muito mais simples colocar os seus planos em prática e aproveitar ao máximo suas próximas férias!

Leia também: Qual o melhor seguro-viagem? Veja algumas opções! – Agente de Viagem.